UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO
CENTRO DE TECNOLOGIA
ESCOLA POLITÉCNICA

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÃO GRÁFICA

DISCIPLINAS

Disciplinas oferecidas para todos os cursos de engenharia

Disciplinas oferecidas para Curso de Engenharia Civil

Disciplina oferecida para Curso de Engenharia Mecânica

Disciplinas oferecidas para Curso de Engenharia Ambiental

Disciplina oferecida para os cursos da Escola de Química

Disciplina oferecida para os cursos do Instituto de Química

Ementas das Disciplinas

 

Sistemas Projetivos - EEG105

Esta disciplina é oferecida como obrigatória para os alunos do primeiro ano de todos os cursos de engenharia da Escola Politécnica.

Objetivos

Voltada para o curso básico de engenharia, tem como objetivo aprofundar conhecimentos no campo da geometria aplicada e tratar dos problemas e das pesquisas relativas às formas, às dimensões e às posições relativas das linhas, das figuras, das superfícies e dos sólidos, utilizando-se projeções mongeanas, vistas ortográficas, axonometria, perspectivas e planificação.

Programa

O programa básico da disciplina, cuja abrangência e ênfase deverá ser discutida junto ao departamento responsável pela habilitação, consta de:

  • Superfícies e Poliedros
  • Seções Planas
  • Projeções Mongeanas (estudo do ponto, da reta, do plano, das superfícies e dos sólidos)
  • Vistas Ortográficas (principais, auxiliares primárias e secundárias)
  • Axonometria (cilíndricas ortogonal e oblíqua, cônicas)
  • Perspectivas (isométrica, cavaleira e cônica)
  • Planificação.

Conteúdo

Teoria de projeções e sistemas de representação, aplicadas à prática da engenharia.

Referências bibliográficas

FRENCH, Thomas E. e VIERCK, Charles J. - Desenho Técnico e Tecnologia Gráfica. Ed. Globo.

GIESECKE, Frederick E et Al. - Comunicação Gráfica Moderna. Ed. Bookman.

LOBJOIS, Ch.. - Desenvolvimento de Chapas.

MACHADO, Ardevan; DORIA, Clion - Perspectiva.

MONTENEGRO, Gildo A.. - A Perspectiva dos Profissionais. São Paulo. Editora Edgard Blücher Ltda., 1999.

PINHEIRO, Virgílio Athayde - Noções de Geometria Descritiva, Vol II. Rio de Janeiro. Ao Livro Técnicao S.A. , 1997.

PRÍNCIPE JUNIOR, Alfredo dos Reis - Noçoes de Geometria Descritiva, VOLII, 37ª Ed. São Paulo, Nobel, 1997.

RANGEL, Alcir Pinheiro - Curvas.

RANGEL, Alcyr Pinheiro - Geometria Descritiva.

RANGEL, Alcir Pinheiro - Poliedros.

RODRIGUES, Álvaro J. - Geometria Descritiva. Projetividades, Curvas e Superfícies. 3ª Ed. Ao Livro Técnico,1968.

ROUBAUDI, C. - Geometrie Descriptive.

Desenho Computacional - EEG301

Esta disciplina é oferecida como obrigatória para os alunos do terceiro período dos Cursos de Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia Metalúrgica, Engenharia de Materiais, Engenharia Naval, Engenharia de Produção, Engenharia Ambiental e Engenharia do Petróleo da Escola Politécnica.

Objetivos

Aplicar os conceitos e fundamentos adquiridos em Sistemas Projetivos, observando as normas técnicas, simbologias e métodos de documentação gráfica, e empregando como ferramenta os sistemas CAD (computer aided design). Não se trata, portanto, de um mero curso de referência a comandos, mas sim de uma oportunidade para o aluno desenvolver em sua habilitaçào a capacidade de aplicar o potencial da ferramenta CAD dentro das condicionantes de representação técnica.

Programa

O programa básico da disciplina, cuja abrangência e ênfase deverá ser discutida junto ao departamento responsável pela habilitação, consta de:

  • Introdução ao CAD (menus, vistas, desenhos, modificações, pontos de captura, superfícies e sólidos)
  • Modelagem 3D e Geração de Vistas, Cortes e Perspectivas, Cotagem, Pranchas e Impressão
  • Desenho de Arquitetura
  • Desenho Mecânico
  • Aplicações para projeto
  • Documentação gráfica

Conteúdo

Exercícios de aprimoramento e pequenos projetos tridimensionais que permitam ao aluno sintetizar os procedimentos de obtenção de documentação gráfica com padrão técnico.

Referências bibliográficas

Apostilas do departamento de Expressão Gráfica

FRENCH, Thomas E., VIERCK, Charles J. Desenho Técnico e Tecnologia Gráfica, 5ª Ed. Editora Globo, 1985.

GIESECK, et al., Comunicação Gráfica Moderna, 1ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2002

Normas técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas

Desenho Técnico Para Engenharia Civil - EEG402

Esta disciplina é oferecida como obrigatória para os alunos do quarto período do Curso de Engenharia Civil da Escola Politécnica.

Objetivos

Aplicações do desenho técnico para engenharia civil usando CAD

Programa

O programa básico da disciplina, cuja abrangência e ênfase deverá ser discutida junto ao departamento responsável pela habilitação, consta de:

  • Projeções Cotadas (conceitos, superfícies topográficas, corte e aterro, cobertura)
  • Desenho de Arquitetura (plantas de edifício)
  • Desenho de Estrutura (concreto armado, metálica, madeira) e Fundações
  • Desenho de Instalação (canalizações de água, gás, esgoto e águas pluviais, elétrica) 

Conteúdo

Teoria de projeções e sistemas de representação, aplicadas a prática da engenharia civil: superfícies topográficas, coberturas, plantas de arquitetura, estruturas e instalações prediais

Referências bibliográficas

RANGEL, Alcir Pinheiro - Projeções Cotadas.

Normas técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas

Normas Técnicas para Projetos em Geral

NBR 10067 – Princípios Gerais de Representação em Desenho Técnico

NBR 10068 – Folha de Desenho – Layout e Dimensões

NBR 10582 – Apresentação da Folha para Desenho Técnico

Normas Técnicas para Projetos de Edifícios

NBR 13532- Elaboração de projeto de edificações / arquitetura

NBR 6492- Desenho de Arquitetura

NBR 7191 – Desenho de Concreto

NBR 14611 – Desenho Técnico de estruturas metálicas

NBR IEC 60050 (826) – Instalação Elétrica Predial (antiga NBR 5473)

NBR 5626 – Instalação Predial de Água Fria

NBR 5688 – Sistemas Prediais de Água Pluvial, Esgoto Sanitário, Ventilação – Tubos e Conexões de PVC, Tipo DN, entre outros

NBR 6118 – Projeto e Execução de Obras de Concreto Armado

NBR 6120 – Cargas para Cálculo de Estrutura de Edificações

Modelo Digital da Edificação BIM I - EEG507

Esta disciplina é oferecida para todos os alunos da Escola Politécnica que tenham interesse em aprimorar as técnicas de projeto digital utilizando metodologia BIM (Building Information Model).

Objetivos

Introduzir as técnicas de modelagem do projeto de edificações dentro da ótica e interfaces dos métodos e aplicativos BIM.

Programa

O programa básico da disciplina consta de:

  • Introdução às interfaces dos aplicativos utilizados.
  • O modelo como integrador do projeto.
  • Protocolos e estruturas de dados IFC.
  • Métodos de colaboração e compatibilização dos projetos complementares.
  • Organização dos dados e nomenclaturas.
  • Detalhamento, listas de materiais e quantitativos.
  • Criação de componentes construtivos – Relacionando parâmetros.
  • Colaboração entre projetistas.
  • IPD (Integrated Project Delivery).
  • Simulações morfológicas / energéticas / luminotécnicas e construtivas.
  • Fases do projeto e estudo de cronograma de obras.
  • Integração das técnicas BIM ao planejamento urbano.

Conteúdo

Planejamento das disciplinas no modelo da edificação (arquitetura, estrutura e instalações). Métodos de colaboração e compatibilização dos projetos complementares.

Parametrização do projeto e seus componentes. Problemas de interoperabilidade. Incorporação e gerenciamento de dados ao modelo 3D.

Organização das bibliotecas de componentes e projetos. Automatização dos processos de modelagem e gerenciamento.

Referências bibliográficas

CROTTY, Ray. The Impact of Building Information Modelling: Transforming Construction. Taylor & Francis, 2011.

DZAMBAZOVA, Tatjana; KRYGIEL, Eddy; DEMCHAK, Eddy Krygiel. Introducing Revit Architecture 2010: BIM for Beginners. John Wiley & Sons, 2009.

EASTMAN, Chuck; Teicholz, Paul; SACKS, Rafael; LISTON, Kathleen. BIM Handbook. A guide to Building Information Modeling for owners, managers, designers, engineers and contractors. John Wiley & Sons, 2008.

HARDIN, Brad. BIM and Construction Management: Proven Tools, Methods, and Workflows. John Wiley & Sons, 2009.

HENSEL, Michael; MENGES, Michael Hensel. Emergence: Morphogenetic Design Strategies. John Wiley & Sons 2004.

KRYGIEL, Eddy; NIES Bradley. Green BIM. Successful sustainable design with Building Information Modeling. Sybex. 2008.

LIMA, Cláudia Campos. Revit Architecture. Ed. Érica, São Paulo, 2011.

MENEGOTTO, José L. ARAÚJO, Tereza C. M. O desenho digital. Técnica e arte. Rio de Janeiro: Interciência, 2001.

SALAZAR, Guillermo. BIM Fundamentals. John Wiley & Sons, 2011.

SMITH, Dana K. Building Information Modeling: A Strategic Implementation Guide for Architects, Engineers, Constructors, and Real Estate Asset Managers. John Wiley & Sons, 2009.

WOODBURY, Robert. Elements of Parametric Design. Routledge, 2010.

YEE, Rendow. Desenho Arquitetônico. Um compêndio Visual de Tipos e métodos. LTC, 2009.

Customização de Sistemas Gráficos - EEG509

Esta disciplina é oferecida como eletiva para os alunos da Escola Politécnica. As aulas serão dadas no laboratório de informática LADEG do bloco D, sala 115.

Objetivos

Introduzir os alunos às técnicas de programação de sistemas gráficos CAD/BIM.

Programa

Organização das bibliotecas de símbolos e arquivos de definições. Scripts e fontes do aplicativo. Escolhendo uma linguagem de programação. AutoLISP, C#, Vb.NET, Dynamo. Estruturação dos dados gráficos. Códigos DXF. Acesso e análise dos objetos gráficos. Anexando dados a um objeto gráfico. Estruturas de decisão. Técnicas de filtragem de entidades. Planejamento do programa. Aspectos de construção da interface. Estudo de casos em projeto e desenho de engenharia e arquitetura. Programação visual em Revit/Dynamo.

Conteúdo

Aulas teóricas e práticas. Serão apresentados exemplos de sistemas gráficos customizados em arquitetura e engenharia. Durante o semestre os alunos desenvolverão diversas automatizações e módulos de aplicativos para ambiente Revit e/ou AutoCAD.

Referências bibliográficas

CARVALHO, Adelaide. Práticas de C#. Algoritmos e programação estruturada. FCA.
CELANI, Gabriela. CAD Criativo. São Paulo: Campus, 2003.

COATES, Paul. Programming Architecture. Routledge, 2010.

KRAMER, Bill. Autolisp Treasure Chest. Elsevier Science, 1998.

KRAWCZYK, Robert J. The Codewriting Workbook. Creating computational architecture in AutoLISP. Princeton Architectural Press, 2009.

LENZ Cesar Jr, Kleos M. Visual Lisp: Guia Básico de Programação para AutoCAD. São Paulo: Market Press, 2001.

LIPPMAN, Stanley B. C# um guia prático. Porto Alegre: Bookman, 2003.

MENEGOTTO, José L. ARAÚJO, Tereza C. M. O desenho digital. Técnica e arte. Rio de Janeiro: Interciência, 2001.

RAWLS Rod R., Hagen Mark A., Richard Paul F. Visual Lisp Programming: Principles and Techniques. Goodheart-Willcox Pub, 2007.

TERZIDIS, Kostas. Algorithmic Architecture. Architectural Press, 2006.

TOGORES FERNÁNDEZ, Reinaldo. González Otero, César. Programación en AutoCAD con Visual LISP. Madrid: Mc Graw Hill, 2003.

TURQUETTI FILHO, Reynaldo & MORAES, Marlos Fabiano de. Microstation V8. Básico e 2D. Ed Terra, 2004.

WOODBURY, Robert. Elements of Parametric Design. Routledge, 2010.

Desenho de Projeto - EEG502

Esta disciplina é oferecida para os alunos do quinto ano do Curso de Engenharia Civil da Escola Politécnica.

Objetivos

Aplicações do desenho técnico para projetos de engenharia civil, em nível de projeto executivo.

Programa

O programa básico da disciplina consta de:

  • Desenho de Projeto Executivo de Arquitetura (plantas de edifício)
  • Desenho de Projeto Executivo de Estrutura (concreto armado, metálica, madeira) e Fundações
  • Desenho de Projeto Executivo de Instalação (canalizações de água, gás, esgoto e águas pluviais, elétrica)

Conteúdo

Compatibilização de desenho técnico de projeto executivo, aplicado à prática da engenharia civil: plantas de arquitetura, estruturas e instalações prediais.

Referências bibliográficas

1. Desenho Técnico

FRENCH, Thomas E., VIERCK, Charles J. Desenho Técnico e Tecnologia Gráfica, 5ª Ed. Editora Globo, 1985.

SPENCER, Henry Cecil. Basic Technical Drawing. The Macmillan Company, Nova Iorque, 1956.

2. Normas técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas

Normas Técnicas para Projetos em Geral

NBR 10067 – Princípios Gerais de Representação em Desenho Técnico

NBR 10068 – Folha de Desenho – Layout e Dimensões

NBR 10582 – Apresentação da Folha para Desenho Técnico

Normas Técnicas para Projetos de Edifícios

NBR 13532- Elaboração de projeto de edificações / arquitetura

NBR 6492- Desenho de Arquitetura

NBR 7191 – Desenho de Concreto

NBR 14611 – Desenho Técnico de estruturas metálicas

NBR IEC 60050 (826) – Instalação Elétrica Predial (antiga NBR 5473)

NBR 5626 – Instalação Predial de Água Fria

NBR 5688 – Sistemas Prediais de Água Pluvial, Esgoto Sanitário, Ventilação – Tubos e Conexões de PVC, Tipo DN, entre outros

NBR 6118 – Projeto e Execução de Obras de Concreto Armado

NBR 6120 – Cargas para Cálculo de Estrutura de Edificações

Tópicos Especiais em Desenho de Engenharia - EEG503

Esta disciplina é oferecida para os alunos do quinto ano do Curso de Engenharia Civil da Escola Politécnica.

Objetivos

Aplicações do desenho técnico para projetos de engenharia civil, em nível de projeto executivo.

Programa

O programa básico da disciplina consta de:

  • Desenho de Projeto Executivo de Arquitetura (plantas de edifício)
  • Desenho de Projeto Executivo de Estrutura (concreto armado, metálica, madeira) e Fundações
  • Desenho de Projeto Executivo de Instalação (canalizações de água, gás, esgoto e águas pluviais, elétrica)

Conteúdo

Compatibilização de desenho técnico de projeto executivo, aplicado à prática da engenharia civil: plantas de arquitetura, estruturas e instalações prediais.

Referências bibliográficas

1. Desenho Técnico

FRENCH, Thomas E., VIERCK, Charles J. Desenho Técnico e Tecnologia Gráfica, 5ª Ed. Editora Globo, 1985.

SPENCER, Henry Cecil. Basic Technical Drawing. The Macmillan Company, Nova Iorque, 1956.

2. Normas técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas

Normas Técnicas para Projetos em Geral

NBR 10067 – Princípios Gerais de Representação em Desenho Técnico

NBR 10068 – Folha de Desenho – Layout e Dimensões

NBR 10582 – Apresentação da Folha para Desenho Técnico

Normas Técnicas para Projetos de Edifícios

NBR 13532- Elaboração de projeto de edificações / arquitetura

NBR 6492- Desenho de Arquitetura

NBR 7191 – Desenho de Concreto

NBR 14611 – Desenho Técnico de estruturas metálicas

NBR IEC 60050 (826) – Instalação Elétrica Predial (antiga NBR 5473)

NBR 5626 – Instalação Predial de Água Fria

NBR 5688 – Sistemas Prediais de Água Pluvial, Esgoto Sanitário, Ventilação – Tubos e Conexões de PVC, Tipo DN, entre outros

NBR 6118 – Projeto e Execução de Obras de Concreto Armado

NBR 6120 – Cargas para Cálculo de Estrutura de Edificações

Desenho Técnico Para Engenharia Mecânica - EEG405

Esta disciplina é oferecida para os alunos do quarto período do Curso de Engenharia Mecânica da Escola Politécnica.

Objetivos

Aplicações do desenho técnico para projetos de engenharia mecânica.

Programa

O programa básico da disciplina consta de:

  • Desenho de Elementos de Máquinas
  • Denho de Conjunto
  • Desenho de Projeto Para Montagem
  • Desenho de Solda
  • Desenho de Roscas e Parafusos
  • Desenho de Cotagem de Elementos de Máquina

Conteúdo

Teoria de projeções e sistemas de representação, aplicadas a prática da engenharia mecânica.

Referências bibliográficas

Apostilas do departamento de Expressão Gráfica

FRENCH, Thomas E., VIERCK, Charles J. Desenho Técnico e Tecnologia Gráfica, 5ª Ed. Editora Globo, 1985.

Sistemas de Informações Georreferenciadaa - EEG481

Esta disciplina é oferecida para os alunos do quarto período do Curso de Engenharia Ambiental da Escola Politécnica.

Objetivos

Aplicações de SIG para projetos de engenharia ambiental.

Programa

O programa básico da disciplina consta de:

  • Cartografia
  • Sistemas de informação
  • Modelagem de território em ambiente CAD
  • Integração com base de dados
  • Georeferenciamento
  • Aplicações em problemas de engenharia georeferenciados

Conteúdo

Desenvolvimento de aplicações informatizadas de engenharia (ambiente GIS)

Referências bibliográficas

ROBINSON, Arthur H.- “ Elements of Cartography” - Ed. John Wiley & Sons, 1993, ISBN-047155797.

GOES, Katia- “ AutoCAD Map: Explorando ferramentas de mapeamento- Ed. Ciencia Moderna”, 2000- ISBN 8573930756.

JONES, Christopher.-“ Geographical Information Sistems and Computer Cartography’ – Addison Wesley Pub. Co. , 1996, ISBN 0582044391.

FINKELSTEIN, Ellen – “AutoCAD 2000: a Biblia” , Ed. Ciencia Moderna” , 2000, ISBN 8573931116. XAVIER, Jorge “ Manual de Utilizaçao do SAGA, IGEO-LAGEOP/UFRJ.

Planejamento Urbano e Meio Ambiente I - EEG410

Esta disciplina é oferecida como obrigatória para os alunos do Curso de Engenharia Ambiental da Escola Politécnica.

Objetivos

Desenvolver a capacidade de identificar e analisar o impacto das intervenções urbanísticas no meio-ambiente.

Programa

O programa básico da disciplina consta de:

  • Planejamento Urbano
  • Meio Ambiente

Conteúdo

.

Referências bibliográficas

ABREU, Maurício de A. Evolução Urbana do Rio de Janeiro. 3ª Edição. Rio de Janeiro: IPLANRIO, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, 1997.

CHOAY, Françoise. O Urbanismo. Tradução: Dafne Nascimento Rodrigues. 5ª Edição. São Paulo: Perspectiva, 2000.

FRIEDMANN, John R.P. Introdução ao Planejamento Democrático. Rio de Janeiro: Escola Brasileira de Administração Pública, Fundação Getúlio Vargas, 1959.

JACOBS, Jane. Morte e Vida de Grandes Cidades. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

MARICATO, Ermínia. Brasil, Cidades. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001. MINISTÉRIO DAS CIDADES. Estatuto das Cidades. Lei nº 10.257 de 10 de julho de 2001.

MITCHELL, William J. @-topia. Tradução: Ana Carmen Martins Guimarães. São Paulo: SENAC, 2002.

REIS FILHO, Nestor Goulart. Evolução Urbana do Brasil. São Paulo: Pioneira, 1968.

ROSSI, A.M.G. (Organizadora). Ambiente Construído: Reflexões sobre o Desenvolvimento Urbano Sustentável. Rio de Janeiro, Editora Sete Letras, 2003.

RUANO, Miguel. Ecourbanism. Sustainable Human Settlements: 60 Case Studies. 2ª Edição. Barcelona: Gustavo Gili 2000.

Planejamento Urbano e Meio Ambiente II - EEG001

Esta disciplina é oferecida como obrigatória para os alunos do Curso de Engenharia Ambiental da Escola Politécnica.

Objetivos

Desenvolver a capacidade de identificar e analisar o impacto das intervenções urbanísticas no meio-ambiente.

Programa

O programa básico da disciplina consta de:

  • Planejamento Urbano
  • Meio Ambiente

Conteúdo

.

Referências bibliográficas

ABREU, Maurício de A. Evolução Urbana do Rio de Janeiro. 3ª Edição. Rio de Janeiro: IPLANRIO, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, 1997.

CHOAY, Françoise. O Urbanismo. Tradução: Dafne Nascimento Rodrigues. 5ª Edição. São Paulo: Perspectiva, 2000.

FRIEDMANN, John R.P. Introdução ao Planejamento Democrático. Rio de Janeiro: Escola Brasileira de Administração Pública, Fundação Getúlio Vargas, 1959.

JACOBS, Jane. Morte e Vida de Grandes Cidades. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

MARICATO, Ermínia. Brasil, Cidades. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001. MINISTÉRIO DAS CIDADES. Estatuto das Cidades. Lei nº 10.257 de 10 de julho de 2001.

MITCHELL, William J. @-topia. Tradução: Ana Carmen Martins Guimarães. São Paulo: SENAC, 2002.

REIS FILHO, Nestor Goulart. Evolução Urbana do Brasil. São Paulo: Pioneira, 1968.

ROSSI, A.M.G. (Organizadora). Ambiente Construído: Reflexões sobre o Desenvolvimento Urbano Sustentável. Rio de Janeiro, Editora Sete Letras, 2003.

RUANO, Miguel. Ecourbanism. Sustainable Human Settlements: 60 Case Studies. 2ª Edição. Barcelona: Gustavo Gili 2000.

Fundamentos de Desenho Técnico - EEG111

Esta disciplina é oferecida como obrigatória para os alunos do primeiro ano dos cursos da Escola de Química.

Objetivos

Voltada para o curso básico de química e engenharia química, tem como objetivo aprofundar conhecimentos no campo da geometria aplicada e tratar dos problemas e das pesquisas relativas às formas, às dimensões e às posições relativas das linhas, das figuras, das superfícies e dos sólidos, utilizando-se projeções mongeanas, vistas ortográficas, axonometria, perspectivas e planificação.

Programa

O programa básico da disciplina, cuja abrangência e ênfase deverá ser discutida junto ao departamento responsável pela habilitação, consta de:

  • Introdução: conceituação , classificação e objetivos do desenho técnico, formatos de papel, dobramento, linhas, legenda, caligrafia técnica, escalas, sistemas projetivos.
  • Vistas ortográficas principais no 1º e no 3º diedro
  • Perspectiva
  • Cotagem
  • Cortes e Seções
  • Desenho de tubulações
  • Desenho auxiliado por computador

Conteúdo

Teoria de projeções e sistemas de representação, aplicadas à prática da química e da engenharia química.

Referências bibliográficas

FRENCH, Thomas E. e VIERCK, Charles J. - Desenho Técnico e Tecnologia Gráfica. Ed. Globo.

GIESECKE, Frederick E et Al. - Comunicação Gráfica Moderna. Ed. Bookman.

MACHADO, Ardevan; DORIA, Clion - Perspectiva.

MONTENEGRO, Gildo A.. - A Perspectiva dos Profissionais. São Paulo. Editora Edgard Blücher Ltda., 1999.

PINHEIRO, Virgílio Athayde - Noções de Geometria Descritiva, Vol II. Rio de Janeiro. Ao Livro Técnicao S.A. , 1997.

PRÍNCIPE JUNIOR, Alfredo dos Reis - Noçoes de Geometria Descritiva, VOLII, 37ª Ed. São Paulo, Nobel, 1997.

RANGEL, Alcir Pinheiro - Curvas.

RANGEL, Alcyr Pinheiro - Geometria Descritiva.

RANGEL, Alcir Pinheiro - Poliedros.

RODRIGUES, Álvaro J. - Geometria Descritiva. Projetividades, Curvas e Superfícies. 3ª Ed. Ao Livro Técnico,1968.

ROUBAUDI, C. - Geometrie Descriptive.

Fundamentos de Desenho Técnico Para Química - EEG002

Esta disciplina é oferecida como obrigatória para os alunos do primeiro ano dos cursos do Instituto de Química.

Objetivos

Voltada para o curso básico de química e engenharia química, tem como objetivo aprofundar conhecimentos no campo da geometria aplicada e tratar dos problemas e das pesquisas relativas às formas, às dimensões e às posições relativas das linhas, das figuras, das superfícies e dos sólidos, utilizando-se projeções mongeanas, vistas ortográficas, axonometria, perspectivas e planificação.

Programa

O programa básico da disciplina, cuja abrangência e ênfase deverá ser discutida junto ao departamento responsável pela habilitação, consta de:

  • Introdução: conceituação , classificação e objetivos do desenho técnico, formatos de papel, dobramento, linhas, legenda, caligrafia técnica, escalas, sistemas projetivos.
  • Vistas ortográficas principais no 1º e no 3º diedro
  • Perspectiva
  • Cotagem
  • Cortes e Seções
  • Desenho de tubulações
  • Desenho auxiliado por computador

Conteúdo

Teoria de projeções e sistemas de representação, aplicadas à prática da química e da engenharia química.

Referências bibliográficas

FRENCH, Thomas E. e VIERCK, Charles J. - Desenho Técnico e Tecnologia Gráfica. Ed. Globo.

GIESECKE, Frederick E et Al. - Comunicação Gráfica Moderna. Ed. Bookman.

MACHADO, Ardevan; DORIA, Clion - Perspectiva.

MONTENEGRO, Gildo A.. - A Perspectiva dos Profissionais. São Paulo. Editora Edgard Blücher Ltda., 1999.

PINHEIRO, Virgílio Athayde - Noções de Geometria Descritiva, Vol II. Rio de Janeiro. Ao Livro Técnicao S.A. , 1997.

PRÍNCIPE JUNIOR, Alfredo dos Reis - Noçoes de Geometria Descritiva, VOLII, 37ª Ed. São Paulo, Nobel, 1997.

RANGEL, Alcir Pinheiro - Curvas.

RANGEL, Alcyr Pinheiro - Geometria Descritiva.

RANGEL, Alcir Pinheiro - Poliedros.

RODRIGUES, Álvaro J. - Geometria Descritiva. Projetividades, Curvas e Superfícies. 3ª Ed. Ao Livro Técnico,1968.

ROUBAUDI, C. - Geometrie Descriptive.

Poliedros Regulares
Poliedros Equiangulares
Poliedros Equiangulares
Poliedros Equifaciais
Poliedros Equifaciais


 

 

UFRJ | CT | POLI

Copyright © 2021 Departamento de Expressão Gráfica POLI/UFRJ. Todos os direitos reservados.